Paraíso Perturbado por @ameba_land

Evento SWU – Stars With You

Olá a todos!

Estou atrasado com este post, mas vou tentar me conter nas críticas do SWU porque muito já foi dito, mas pouco explicado.

O SWU deu certo? Não, nem de longe! É inegável que foi uma experiência divertida, mas nem tudo tem que dar certo da primeira vez.

Bom, chegamos a Chácara Maeda em Itú pelas 14:00 e não tivemos problemas de trânsito, mas uma dificuldade extrema de encontrar a entrada correta do evento. Conforme previsto caminhamos longamente até a entrada principal e de primeira impressão que seria controladíssimo e organizado devido ao forte esquema policial na entrada, numa clara tentativa de evitar drogas no local… o que não deu certo, tinha quase certeza que havia nuvens de marijuana se formando no local o tempo todo.

Chegando lá constatei o óbvio, toneladas de lixo espalhados pelo chão e uma filosofia de auto sustentabilidade que serviu apenas para aumentar os pontos negativos do evento, criou-se uma sensação de hipocrisia no ar.

Os shows de domingo foram medianos, me arrependi amargamente de não ter tido a chance de ir no sábado ou na segunda, mas foi o jeito. Foram o que chamamos de bandas de uma unica musica, a não ser que você seja realmente fã dos músicos e acompanhem a carreira deles, pro exemplo, a muvuca que se formou para assistir King of Lions apenas queriam ouvir Use Somebody, musica que esta virando moda até na cena eletrônica.

A surpresa da noite no meu ponto de vista foi Joss Stone, dona de uma voz potente que poucas vezes eu vi, me senti um idiota por não gostar mais dessa cantora. Sublime empolgou com Santeria e Regina Speaktor encantou com Fidelity. Mas não parecia o mesmo local em que o Rage Against the Machine destruiu e desordenou no dia anterior.

Os preços eram abusivos, a comida ruim e a falta de preparo das pessoas que trabalharam no local eram evidentes. Tive acesso aos bastidores do evento graças a uma amiga que trabalhou no local, e sim, foi tudo organizado as pressas não sendo levado em consideração ao tamanho do evento. Não houve preparo das equipes e as condições eram deploráveis, ganharam pouco, tiveram que aguentar o frio rigoroso do local e não havia alocação decente para as pessoas que tiveram que trabalhar os três dias.

No fim da festa, problemas para ir embora incluíam falta de sinal no celular, falta de iluminação e segurança adequada para chegar ao estacionamento, uma amiga quase sofre uma torção seria na perna devido aos buracos que haviam na área para carros. Tivemos trânsito para sair do local.

A parte boa?

A experiência do diferente. É encantador a sensação de andar tranquilamente num lugar bonito e ao virar a cabeça ver ao fundo Capital Inicial cantarolando suas músicas, ter liberdade de não ser forçado a ouvir o Rogério Flausino sendo que ali do lado podia escutar uma boa musica eletrônica.

Enfim, valeu. Mas só por uma vez na vida. 

Spirit of London Blue

E como o mundo não pode parar, tivemos mais uma edição do Spirit of London. Agora na vibe “todo mundo de azul”.

Eu gosto particularmente de azul, mas raras vezes eu escolheria uma roupa dessa cor para ir numa festa como essa, e o consenso foi geral. Azul não é cor de balada.

Tivemos enfim um evento mais organizado que os anteriores, mas muito aquém do que deveria ser. Falta de opções de bebida, super lotação, a velha frase “acabou a água” as 9:00 da manhã com o sol castigador e um calor fora do comum.

Os shows foram bons, o Line up estava incrível e os artistas se esforçaram. Fomos prejudicados pelo início do horário de verão, que ao contrário do prometido pela organização, bagunçou sim os horários de início de cada apresentação.

Vale a pena?

Somente para quem gosta de verdade de música eletrônica e esteja disposto a passar por isso. Para quem esta acostumado com a noite paulistana e faz disso uma filosofia de vida é muito bom. Já para quem gosta de sair pra tomar um drinks e paquerar passem bem longe do Anhembi na próxima edição.

 É isso, na próxima coluna falarei sobre o show do Black Eyed Peas, que virá pra se apresentar em São Paulo no dia 04/11.

Até lá!

>> Gostou ou odiou? Mandem sugestões para @ameba_land

Sobre Guiflexx

Twitter.com/guiflexx
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s